• Categoria do post:Turismo

Caçadores de pechinchas de viagens experientes foram recompensados ​​com um incrível acordo de Ano Novo, graças a um erro cometido pela companhia aérea de Hong Kong, Cathay Pacific.

Caçadores de pechinchas de viagens experientes foram recompensados ​​com um incrível acordo de Ano Novo graças a um erro cometido pela companhia aérea de Hong Kong, Cathay Pacific.

As tarifas da classe executiva durante agosto de 2019 em voos do Vietnã para Nova York foram vendidas por engano por cerca de US$ 675. Para efeito de comparação, esses mesmos voos chegam perto de $ 16.000 para os meses adjacentes de julho e setembro, quase o equivalente a um desconto impressionante de 95%!

Blogueiros de viagens e usuários do Twitter começaram a relatar a venda em 31 de dezembro, antes que a Cathay Pacific retirasse as tarifas erradas. Não há indicação do número de passagens compradas, mas a companhia aérea já afirmou que honrará as passagens de primeira classe e executiva.

A empresa até minimizou o erro no Twitter:

O erro nas tarifas encerra um ano difícil para a Cathay Pacific. A companhia aérea enfrentou forte concorrência de outras operadoras chinesas de baixo custo, registrando seu primeiro prejuízo anual consecutivo desde que a empresa foi fundada em 1946. A empresa também foi atingida por uma violação de segurança que acessou as informações pessoais de aproximadamente 9,4 milhões passageiros.

pelo YouTube

No entanto, se algo deve ser tirado dessa última gafe, é que a Cathay Pacific está fazendo o movimento certo ao honrar os bilhetes de “tarifa especial” comprados.

A ocorrência de tarifas erradas não é tão incomum no setor aéreo. Em 2015, o Departamento de Transportes estabeleceu uma política que permitia às companhias aéreas cancelar “tarifas erradas”, desde que os consumidores fossem reembolsados ​​pela passagem, bem como quaisquer despesas do próprio bolso incorridas como resultado da compra da passagem. Em última análise, cabe à companhia aérea decidir quais tarifas são consideradas um “erro” e escolher honrá-lo ou não.

A Cathay Pacific jogou certo. Honrar os ingressos especiais provavelmente resultará em perda de lucros, mas cancelar totalmente os ingressos provavelmente levaria à reação do consumidor. A Cathay Pacific está tentando fazer o que é certo para seus clientes, o que, com sorte, compensará a longo prazo e colocará a companhia aérea de volta nos trilhos.